Tópicos para quem deseja iniciar a Criação de Porquinhos-da-índia
 
     
 

INTRODUÇÃO

Se está a pensar iniciar-se na aventura da Criação de Porquinhos-da-índia, o CAPI terá todo o gosto em contar consigo. O nosso projecto é dinamizar a criação de Porquinhos-da-índia em Portugal e ainda há muitas raças que não existem por cá, sendo o número de criadores ainda reduzido, por isso cada novo membro é um novo desenvolvimento neste nosso projecto.

Para todos os novos sócios, só ao fim de 6 meses é possível se tornarem criadores efectivos do clube, sendo este um periodo que aconselhamos aos novos criadores para se adaptarem aos desafios que este seu novo hobby lhes irá proporcionar.

Deixamos de seguida aqui alguns pontos que devem ser considerados antes de iniciar a Criação de Porquinhos-da-índia. Se está entusiasmado, saiba sempre que o CAPI gostava de o ter entre nós.

1.- O que se deseja ao certo? Existe uma grande diferença entre Criação e Reprodução de animais. A criação implica um objectivo, um estudo das caracteristicas das raças e um conhecimento minimo de genética de forma a se ter a certeza dos resultados das ninhadas. O objectivo da criação é sempre melhorar e apurar o que temos e produzir bébés saudáveis. Neste aspecto o CAPI apoia sempre os Criadores cujo objectivo é este e não a mera reprodução de animais.

2. - Antes de se começar a Comprar animais em vários locais, deve-se pensar bem no que se quer, nas raças e cores preferidas, estudar as linhas que estão mais perto dos objectivos que se pretendem alcançar. Senão o novo criador facilmente cai numa situação em que tem muitos porquinhos que não se encaixam nestes objectivos e fica rapidamente desiludido. O nosso conselho para iniciados é começar com poucos porquinhos e apostar numa ou duas raças apenas.

3.- Os Custos normalmente são elevados, é um hobby que custa algum dinheiro e quem pensa que poderá terá um lucro fabuloso desengane-se. Os animais têm que ser mantidos com boas rações, precisam de vegetais frescos e feno diariamente, cuidados veterinários e é preciso estar-se preparado para isso.

4.-O novo criador deverá ter Tempo disponível e paciência para tratar dos animais TODOS e TODOS os dias, pois não é a mesma coisa que ter 2 porquinhos como animais de estimação. Deverá também ter uma pessoa que o possa ajudar nisso quando não pode fazer o tratamento dos porquinhos.

5. - Deverá frequentar as Exposições, onde para além de observar os Porquinhos que participam no evento, pode falar e tirar dúvidas com outros criadores, tirar ilações com o julgamento dos porquinhos e assim aprender mais de como orientar a sua Criação. Neste aspecto as Exposições são muito importantes, pois aprende-se muito nestes eventos e o objectivo será sempre fazer a criação de animais para exposição, o mais perto possível do Estalão de Raça. Ter animais de qualidade nas nossas exposições e obter bons resultados será um objectivo que todos os criadores do clube deverão possuir.

6. - Deverá estar informado sobre o tempo de Gestação, qual a idade aconselhável para proceder à criação. Embora seja subjectivo, deve ser dado um tempo para a fêmea descansar e não acasalá-la logo a seguir ao desmame. A disponibilidade e condições que têm para oferecer, pois por exemplo uma porquinha grávida deverá se exercitar, para não ficar demasiado obesa e evitar problemas no final da gravidez. Uma porquinha deve ficar separada do macho antes do nascimento dos bébés, por isso deve-se ter condições e gaiolas para isso.

7. - Quando se tem as Ninhadas, tem que se saber antecipadamente qual a solução a dar aos filhotes e se a solução é vender ou dar para adopção, poderá acontecer que ninguém esteja interessado e por vezes terá que ficar com eles. Isso deve ser equacionado. Por vezes os cruzamentos nem sempre resultam no que desejamos. Deve ter sempre um espaço livre onde colocar os bébés e se tem um pequeno apartamento pensar mesmo se vale a pena iniciar uma criação, pois pode ser complicado quando toda a casa estiver cheia de gaiolas.

8. - Quem inicia uma Criação, deverá ter alguma Experiência com Porquinhos-da-índia e não ser completamente novo no assunto, pois poderá apanhar surpresas pelo caminho. Começar com 2 porquinhos como animal de estimação é o ideal e depois, se com o tempo nos formos apaixonando cada vez mais por eles e tivermos as condições para fazer a sua criação, então esta será uma hipótese. Por isso o CAPI só aceita fazer o registo como Criador do Clube ao fim de 6 meses de Associação, pois existem muitas pessoas que facilmente se entusiasmam, mas com a mesma rapidez perdem o interesse.

No fundo são muitos problemas a equacionar e deve-se pensar em tudo isto antes do facto consumado, ou seja os porquinhos já estarem na mesma gaiola e começarem a reproduzir-se. O primeiro passo é mesmo estar apaixonado pelo Porquinhos-da-índia e nesse caso terá todo o apoio do CAPI.

Qualquer dúvida sobre os aspectos da Criação e Caracteristicas das Raças, não hesite em nos escrever para o nosso email: porquinhos_clube@sapo.pt

Colabore connosco e faça o nosso clube crescer !